Acadêmicos de Medicina produzem manual de comunicação para imigrantes » Uniarp

15.12.21

Acadêmicos de Medicina produzem manual de comunicação para imigrantes

Dia 30 de novembro, acadêmicos de Medicina da UNIARP, filiados ao comitê da Federação Internacional das Associações dos Estudantes de Medicina do Brasil (IFMSA – Brazil), realizaram uma ação social focada na adaptação dos imigrantes moradores da cidade de Caçador.

Foram entregues 30 manuais intitulados “Português para imigrantes” confeccionados em três línguas. O trabalho teve o apoio da Cáritas Diocesana de Caçador, da empresa Viposa, do núcleo de atendimento psicossocial da UNIARP na pessoa da professora Dra. Fatima Noely da Silva e da coordenação do curso de Medicina

O trabalho foi desenvolvido pelo setor de Direitos Humanos e Paz do comitê local da IFMSA Brazil– UNIARP, que durante três meses propuseram encontros com autoridades da área e com os imigrantes a fim de compreender as maiores dificuldades destes na cidade. Eles relataram o problema de acesso aos dispositivos de saúde disponíveis pelo Sistema Único de Saúde (SUS) devido à pouca compreensão da língua portuguesa.

            Com o objetivo de minimizar as dificuldades apresentadas a acadêmica Victória Bettio, diretora do setor de Direitos Humanos e Paz, escreveu o manual “Português para Imigrantes”, com diálogos de assuntos triviais falados num supermercado, farmácia, unidade básica de saúde ou ainda numa possível entrevista para a retirada de documentos importantes, como o visto, por exemplo.

No que concerne à saúde, o manual apresenta itens que auxiliam o imigrante a compreender o sistema de saúde, vacinas e os locais adequados para buscar ajuda quando necessário.

ia No que concerne à saúde, o manual apresenta itens que auxiliam o imigrante a compreender o sistema de saúde, vacinas e os locais adequados para buscar ajuda quando necessário.

O manual está traduzido do português para o espanhol e crioulo, com a correção do Padre Renato Caron. Alguns exemplares do manual permanecem disponíveis na empresa Viposa e na Cáritas Diocesana caso outros imigrantes queiram ter acesso.

            “O processo imigratório envolve inúmeras etapas, que vão desde a documentação para permanência no país e conquista de um emprego, até a adaptação em uma nova cultura e um novo povo. Dessa forma, é muito importante o acolhimento desse público que está chegando ao nosso país, e direciona-los para que possam ter a melhor qualidade de vida possível. Esse manual foi construído com muito cuidado e atenção com o principal objetivo da construção de um maior vínculo desses imigrantes com o país e com a população em geral, para que se sintam pertencentes também ao Brasil como um todo e tenham o melhor acesso possível aos benefícios que temos disponíveis, como o Sistema Único de Saúde.” Acrescenta Victória Bettio, responsável pela ação.

Compartilhar

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Escrito por:

Imprensa Uniarp

Notícias

Leia mais notícias relacionadas

Biblioteca

A UNIARP tem um acervo com mais de 45 mil títulos disponíveis.

Guia da Cidade

Você é acadêmico e chegou agora na cidade? Conheça mais sobre Caçador!

Tour 360

Conheça parte da nossa estrutura com o nosso tour virtual!

Programa de Valorização da Vida

Espaço pensado para possibilitar o acesso aos conteúdos da Psicologia.

Diretório Central dos Estudantes

Adquira sua carteirinha estudantil para garantir benefícios.

Calendário Acadêmico

Fique por dentro de todas as datas e eventos importantes.

Biblioteca

A UNIARP tem um acervo com mais de 45 mil títulos disponíveis.